VÍDEO: Toffoli e Sepúlveda articularam perdão a multa milionária do Unibanco, revela delator

É PRA COMPARTILHAR!

Não saiu na Rede Globo, nem nos grandes jornais do Brasil, mas a delação de Antonio Palocci é bombástica e demonstra claramente como foi a corrupção na era PT. Em suma, generalizada.

Entre outras coisas, o ex poderoso ministro dos governos Lula e Dilma contou o seguinte:

Guido Mantega, criminosamente, repassava para André Esteves, informações privilegiadas. Apenas numa operação, o banco BTG-Pactual teria faturado a bagatela de R$ 18 bilhões. Lula foi agraciado com 10% do lucro e Dilma recebeu alguns milhões para a sua campanha.

O ministro Dias Toffoli, atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) em conluio com Sepúlveda Pertence, aquele que advogou ‘de graça’ para o meliante Lula, administraram o acerto de uma multa milionária de Pedro Moreira Salles, do Unibanco.

São esses alguns dos fatos relatados na delação do ex-ministro, que é recheada de revelações sobre os inúmeros crimes cometidos pelo PT.

No vídeo, o jornalista José Nêumanne Pinto faz um resumo da algazarra relatada por Palocci.

Veja o vídeo:

Jornal da Cidade Online

É PRA COMPARTILHAR!