Weintraub clama pela pena de morte no Brasil, revoltado com crime chocante de estupro

Compartilhe!

Nesta sexta-feira (26), Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação, usou sua conta no Twitter para demonstrar sua indignação com uma crime chocante e aproveitou para questionar alguns pontos da legislação brasileira.

O crime aconteceu em Belo Horizonte. Weintraub compartilhou a notícia:

Continua após a publicidade

“Menina de 11 anos é estuprada por quatro garotos em Belo Horizonte.

Uma menina de 11 anos foi estuprada por quatro garotos, dois de 13 anos e dois de 12, na Região Norte de Belo Horizonte. Os pais da criança procuraram a polícia após receberem o vídeo do crime por Whatsapp, segundo a Polícia Militar”.

Revoltado com a notícia, o ex-ministro questionou a cláusula pétrea da Constituição Federal de 1988:

“Um adulto organizou, filmou e divulgou o vídeo. O monstro deveria ser julgado, condenado e executado. ‘mas a Constituição não permite, é cláusula pétrea…’ mudem essa Constituição que não representa os valores dos brasileiros. Queremos PENA DE MORTE!”, publicou ele, ao legendar a notícia.

Os internautas também deixaram suas opiniões na postagem:

“Apoiado. E para ontem”, escreveu um.

“PENA CAPITAL SERIA UMA BOA…” respondeu outro.

“Sim! O povo brasileiro quer pena de morte!”, confirmou outro internauta.

Sem dúvida é um caso para muita reflexão e atitude.

JCO

Compartilhe!

Dossiê Pazuello: Os bilhões investidos pelo governo federal no combate à pandemia

Franceses estão comendo lixo, assista!

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.