Weintraub herói: sacaneou o STF, falou as verdades que o povo pensa, vazou para os EUA e vai ganhar 3 vezes mais no Banco Mundial

COMPARTILHE!

Abraham Weintraub deixou o Brasil e está nos EUA, informam MEC e irmão do ex-ministro.

Exoneração do cargo de dirigente do ministério, que dá direito a passaporte diplomático, só foi publicada após a confirmação de que o agora ex-ministro estava fora do país.

RIO E BRASÍLIA — O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub deixou o Brasil e está nos Estados Unidos, segundo informou na manhã deste sábado seu irmão, Arthur Weintraub, assessor especial da Presidência da República. Ontem, o ex-dirigente do Ministério da Educação (MEC), que anunciou sua demissão na última quinta-feira, publicou nas redes sociais que pretendia deixar o país “o mais rápido possível”.

Weintraub responde a investigações no Brasil por racismo e no inquérito que apura ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Procurado pelo GLOBO, o MEC confirmou que o ex-ministro está nos EUA e acrescentou que ele foi de avião comercial em classe econômica. Ainda de acordo com o MEC, Abraham Weintraub deixou o Brasil na sexta-feira em voo que partiu de São Paulo. Em seu lugar, ficou, de forma interina, o secretário-executivo da pasta, Paulo Vogel.

“Obrigado a todos pelas orações e apoio. Meu irmão está nos EUA”, escreveu Arthur Weintraub no Twitter. A mensagem foi replicada mais de duas mil vezes.

A exoneração de Weintraub foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro neste sábado, em edição extra do Diário Oficial da União, após a divulgação de que o ex-ministro já se encontrava fora do país.

Ele pode ter se aproveitado de uma brecha na ordem determinada pelo presidente Donald Trump que restringiu a entrada de brasileiros nos Estados Unidos, em maio. A ordem fechou as fronteiras americanas para brasileiros, mas abriu algumas exceções como a entrada de funcionários governamentais e de funcionários de organizações internacionais.

Tecnicamente, Weintraub, apesar de ter anunciado sua saída do MEC, ainda era ministro de Estado, com direito, inclusive, a passaporte diplomático, quando viajou.

G1

COMPARTILHE!

Vídeo espetacular! Ratinho detona Datena e fala as verdades sobre o Governo e Bolsonaro

TROFÉU IDIOTA DO ANO! Jornalista brasileiro pede a morte de Bolsonaro, é demitido de TV alemã e dá chiliques na web