WhatsApp: quem não concordar com políticas, não poderá se comunicar

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Na semana passada o WhatsApp voltou a discutir sobre a sua nova política de privacidade. No último domingo (21), a Big Tech confirmou que não poderá se comunicar quem não aceitar as novas Políticas de Privacidade da plataforma.

“Durante um curto período de tempo, estes utilizadores poderão receber chamadas e notificações, mas não poderão ler nem enviar mensagens da aplicação”, afirmou o Whatsapp.

Os usuários terão até o dia 15 de maio para aceitarem as novas regras. Caso não aceitem, serão impedidos de usarem funções vitais do aplicativo.

A discussão entorno da nova Política de Privacidade se deu porque a Big Tech de Mark Zuckerberg anunciou que decidiu tornar obrigatório o compartilhamento de dados pessoais dos usuários com outras empresas do grupo econômico Facebook.

A medida causou preocupações aos usuários por violar a privacidade e segurança das contas dos consumidores.

Com a medida imposta, o aplicativo de mensagens vem perdendo sua popularidade e seu rival, o Telegram, vem crescendo a cada dia mais. Em janeiro, o aplicativo foi o mais baixado nas lojas de apps, batendo gigantes como o próprio Whatsapp e o Tik Tok.

Terça Livre

Ajude-me a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Jefferson ‘detona’ campanha de ONG com “foto de Bolsonaro nu”

Maioria do povo acha justa condenação de Lula por corrupção, diz recente pesquisa